Veja como comprar seu carro novo sem entrada

Não há nada mais gratificante do que ter um veículo que possa te levar a qualquer lugar que queira. Isso significa não depender de transporte público ou pagar por táxi e transporte por aplicativo. É por esse motivo que a maioria das pessoas optam por comprar um carro.

Para alcançar esse objetivo, as pessoas recorrem aos vários meios existentes no mercado. Atualmente, a forma mais procurada de comprar um carro é o financiamento. Todavia, ainda há muitas dúvidas sobre essa transação financeira.

Aqui neste artigo tentaremos responder as principais dúvidas sobre o financiamento. Continue conosco!

O que é financiamento e como funciona?

O financiamento é um acordo financeiro feito entre o cliente e o banco, onde a instituição financeira empresta o valor necessário para a compra de um veículo ou imóvel e o cliente devolve o valor através de parcelas.

No financiamento de carro o cliente escolhe o modelo desejado e a concessionária na qual o veículo será comprado. O banco paga o veículo à vista e parcela esse valor para ser devolvido pelo cliente.

Como funciona o pagamento desse serviço?

O financiamento possui algumas regras básicas que são fundamentais para o seu funcionamento. A primeira delas é o valor de entrada. Muitos bancos exigem que, pelo menos, 20% do valor total do veículo seja pago antecipadamente. Esse é um dos itens influenciadores do valor das parcelas.

Em cada parcela do financiamento o banco adiciona uma taxa fixa de juros. Essa taxa é fixada de acordo com a instituição financeira. Os juros são responsáveis por elevar o valor final do veículo.

É possível financiar um carro sem entrada?

A principal barreira encontrada pela maioria dos brasileiros é o valor de entrada. Para muita gente é muito difícil conseguir o valor necessário para dar entrada no financiamento. Foi pensando nisso que alguns bancos oferecem a opção de financiar sem dar entrada.

A vantagem desse serviço é que você não vai precisar se preocupar em conseguir o valor necessário para dar como entrada. Além disso, alguns bancos estendem o prazo de pagamento da primeira parcela.

A única atenção em relação a esse serviço é em relação aos juros. Eles costumam aumentar conforme o número de parcelas. Por esse motivo é que especialistas no ramo de economia recomendam que você faça uma pesquisa sobre a instituição financeira, a taxa de juros e o número de parcelas antes de solicitar o serviço.


Receba mais informações gratuitamente