Conheça um pouco do Monte Lassen e das Praias da Califórnia

O monte Lassen está praticamente envolto pelos restos do Tehama, um enorme vulcão que entrou em erupção há 350 mil anos. O Lassen se ergueu para atenuar as pressões geológicas ainda hoje presentes e entrou em erupção pela última vez em 1915. Seus dois picos se situam no interior da caldeira resultante do colapso do Maidu, um vulcão maior já extinto.

O Lassen está coberto de vidro vulcânico, ou obsidiana, e já foi considerado sagrado pelo povo Yahi da região, que migravam anualmente para suas encostas fugindo do verão na planície. Ele faz parte do sistema da High Cascade, que também inclui o Shasta (Califórnia), o Rainier (Washington) e o Hood (Oregon), tendo todo entrado em erupção há alguns milhões de anos devido ao afundamento da placa submarina do Pacífico a noroeste da Califórnia.

O vulcão é a principal atração do Parque Nacional Lassen. Fantásticas correntes de lava foram expostas pela mesma ação glacial plistocênica que esculpiu o lago Esmeralda na base do pico Lassen. Há uma extensa rede de trilhas, mais de 700 espécies de plantas e 250 vertebrados.

PRAIAS DA CALIFÓRNIA

Principais locais de desova dos peixes: entre o Point Conception, Califórnia, e o Point Abreojos, Baja Califórnia Ovos depositados: de 1.600 a 3.600 durante uma desova e março a agosto, milhões de peixinhos prateados aparecem ao longo da extensa linha de maré alta da maioria das praias do sul da Califórnia.

São Leuresthes tenuis, uma espécie de peixe-rei com 15cm de comprimento, e aparecem de duas a seis noites após a lua cheia ou a nova para se reproduzirem, sendo a única espécie que sai completamente da água para depositar os ovos. A desova ocorre durante as marés mais altas, pois os peixes usam as ondas para ir o mais longe possível no areal. A fêmea se enterra na areia os ovos.

O macho é então levado pela água mas fêmea pode ficar no ninho, de modo que seus ovos sejam fecundados por outros machos.Ela  depois se desenterra e é então levada de volta ao mar por uma onda. Os ovos são depositados nos ninhos nas marés mais altas e ficam incubados na areia durante as marés mais baixas. Depois, são finalmente arrastados para o mar na maré alta seguinte.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *