Social Bank limite de 10 mil, quais são as tarifas cobradas

Os administradores Carlos Wizard Martins e Rodrigo Borges disponibiliza a plataforma Social Bank, sendo conhecido como “banco social” que possibilita empréstimos e cobrança de contas em direção entre os clientes. A concepção é competir com o banco digital Nubank, que acaba de divulgar o estabelecimento de uma conta digital.

O novo mercado faz parte da área das “fintechs” (startups técnicas no setor financeiro).

Uma relação apresentada por Goldman Sachs, relacionado ao sistema de rendimentos, estipula que as instituições brasileiras de tecnologia de serviços financeiros podem gerar coletivamente US$ 24 bilhões em receita nos consecutivos 10 anos.

Funcionamento do Social Bank

A plataforma Social Bank não é especificamente uma corporação financeira – ele foi autorizado como uma atribuição de pagamento online. A diferença é que ele permite que os utilizadores intermedeiam créditos diariamente.

Os usuários têm uma pontuação para avaliar cada status de crédito. Quem deseja emprestar dinheiro deve informar a quantia necessária, seja qual for a pessoa registrada no Social Bank pode emprestar dinheiro. A quantia de juros será definida exatamente entre as partes.

Não há taxa para comissões entre os clientes. O formato de um negócio é baseado no recebimento de taxas tradicionais por recursos bancários, como DOC e TED.

O Social Bank não possui agências ou conta. O número do chip do cliente será identificado como uma conta. Apenas fazendo contato na agenda, deve ser mais fácil transferir dinheiro para outros indivíduos.

Os participantes que ingressam no banco social criarão uma conta virtual e onde poderão realizar transações, como transferência e retirada em lotéricas ou caixas eletrônicos na rede Banco24Horas – para suceder este processo, é necessário um cartão, que gerará comissões para cada transação da empresa.

A plataforma banco digital em competição com a Nubank, possibilita pagamentos por boleto ou saques em caixas do Banco 24horas.

Os parceiros dos bancos sociais investiram 30 milhões de reais na rede, que atraiu milhares de usuários que buscam uma forma menos burocrática para solicitar o empréstimo. Nosso objetivo é investir 50 milhões de reais em interação e marketing para publicidade, em janeiro de 2018, o Social Bank atingiu a margem de 100.000 contas ativas. Está previsto atingir 1 milhão de clientes em três anos.

Tarifas cobradas pela plataforma Social Bank

A plataforma fornece contas 100% gratuitas, mas cobram dos clientes e não fornecem serviços 100% ilimitados.

  • Emissão de cartão: R$ 9,90;
  • Emissão de cartão adicional: R$ 9,90;
  • Saque em lotéricas: R$ 4,90 cada;
  • Ted/Doc: R$ 4,90 cada;
  • Depósitos na casa lotérica: Grátis;
  • Tarifa de manutenção da conta: não tem;
  • Transferências entre contas do Social Bank e para o Banco Itaú: Grátis;
  • Pagamentos de contas: Grátis;
  • Boletos: Grátis;
  • Score de crédito mercadológico / comum: R$ 5,20 / R$ 3,20.