Financiamento de moto sem entrada e com aprovação rápida

O financiamento é uma das transações financeiras mais populares atualmente. Isto é devido a um aumento da intenção de comprar veículos. A moto é um dos itens dessa lista. Um dos motivos que levam os brasileiros a buscar o financiamento para motocicletas é a possibilidade de entregar pedidos de produtos por meio do aplicativo e realizar o transporte de passageiros (mototáxi).

A maneira como o financiamento funciona é muito fácil de entender. Este é um acordo financeiro entre o cliente e o banco. O banco empresta o valor do carro para que os clientes possam pagar parcelado com o acréscimo de juros.

 Dessa forma, os clientes podem comprar motos com dinheiro e a velocidade de compra é mais rápida que a do consórcio. Os bancos cobram taxas por esse serviço. A taxa depende do banco selecionado. Outro requisito para a maioria dos bancos e credores é a taxa de entrada. Este valor é, pelo menos, 20% do custo total do veículo.

Veja também como ter acesso a moto de forma rápida e fácil:

No entanto, muitas pessoas não têm esse valor. Um dos fatores que levam ao abandono da negociação. Mas é possível financiar motocicletas sem dar entrada.

No entanto, alguns pontos devem ser cuidadosamente estudados. Um deles é a taxa de juros. Como leva tempo para pagar o financiamento, a taxa de juros do empréstimo não é alta.

No caso de financiamento sem entrada, essa situação mudou. Como leva mais tempo para pagar o valor, o cliente pode eventualmente pagar o dobro do valor inicial. Note-se que todos os bancos têm regras sobre o uso deste serviço. Além disso, alguns credores aceitam bens como garantia de pagamento.

Quais bancos fazem esse tipo de financiamento?

Muitos fazem, mas aqui citaremos dois bem conhecidos.

Banco do Brasil: O prazo máximo de pagamento fornecido por esta instituição é de 36 meses (três anos) e o prazo máximo para o primeiro pagamento é de 59 dias.

Banco Honda: Existem vários modelos da companhia financeira, além de taxas de documentos poderem ser incluídas no valor do financiamento, desde que custe até 08% do valor total da motocicleta.

A que devo prestar atenção no financiamento sem adiantamento?

As principais considerações sobre este serviço estão relacionadas às taxas. As empresas geralmente aumentam as taxas de juros com base no número de parcelas selecionadas. Sem mencionar que, em muitos casos, a taxa é fixa e muito alta. Portanto, no momento em que o pagamento parcelado for concluído, o cliente poderá ter pago duas vezes o valor inicialmente acordado.