Confira: As motos esportivas mais vendidas do mundo

– Devo migrar para as esportivas?

Sabe-se que existem, atualmente, diversas categorias no ramo da indústria de motocicletas. O tipo mais famoso de motos continua sendo o street ou urbano; no entanto, modelos como as scooters e as nakeds estão ganhando um espaço maior em território nacional. É claro que a escolha da categoria depende muito da finalidade desejada para o veículo.

As motos esportivas são opções ideais para qualquer indivíduo que se interesse e goste de pilotar motos e, é claro, pilote bem. Você pode migrar para ela ou manter a urbana e deixá-la para os fins de semana. A maioria dos pilotos acaba se rendendo à paixão pelo veículo de duas rodas e migra para outras categorias que encaram a pilotagem como hobby.

É preciso entender onde você está entrando. As motos esportivas não focam na economia como as urbanas, elas focam no desempenho. Por isso, dão prioridade a questões como acelerador, freios, estabilidade para curvas e potência do motor; que a permitem ter sucesso em performances de alta velocidade. Além disso, a pilotagem é diferente e pode ser desconfortável em caso de viagens mais longas.

– Motos esportivas mais vendidas

Se interessou pelas motos esportivas? Dá uma olhada nas mais vendidas da categoria a nível mundial e se surpreenda. A categoria é diferenciada até mesmo na dominação; dessa vez, a Honda não está no topo, nem mesmo no pódio. Confira abaixo:

·         YZF R3, da Yamaha

Sendo uma ótima opção de transição para os iniciantes, a YZF é de cilindrada média (320cc). Seu ponto negativo está no tanque nada espaçoso, o que pesa um pouco devido ao consumo da categoria esportiva. Digamos que ela é mais básica e leve, mas não deixa a desejar quanto à potência.

·         Ninja 400, da Kawasaki

Sem dúvidas, a Ninja é a moto mais conhecida em escala mundial dentre as motos citadas nessa lista. O motivo é o motor potente, mesmo sendo de 400 cilindradas – valor considerado médio. A pilotagem é mais confortável do que as das demais e o design é bem atraente. Tantas qualidades deram ao veículo um preço mais elevado, característico da categoria.

·         S 1000, da BMW

Foi-se o tempo em que a BMW era conhecida apenas pelos carros impressionantes; a marca está presente na indústria de motos também. Inclusive, a S 1000 veio com uma proposta de moto mais pesada, mas super potente. Ela tem um ótimo tanque e um preço elevado também.

·         GSX S1000, da Suzuki

A marca japonesa caprichou no design desse modelo mais econômico em comparação às demais. Todas as propostas de cores vêm com detalhes em azul e uma potência inacreditável.